Tudo Sobre Assuntos Populares Uma multidão de mãos no ar - Tudo Sobre Assuntos Populares Bandeira

Pró-Aborto


Pró-aborto – A definição
Pró-aborto é a crença no direito de optar por dar um fim a um feto (embrião fertilizado). Pró-aborto é também um movimento que luta pelos direitos das mulheres de terem a escolha de interromper uma gravidez indesejada.


Pró-aborto – A história do movimento
Os defensores do aborto lutaram e venceram a legalização do aborto em Colorado e Califórnia em 1967. Seus seguidores continuaram em seu caminho e em 1970 mais dezesseis estados passaram a permitir o aborto. Nova Iorque, Havaí, Califórnia e Alasca tinham políticas mais liberais, permitindo o aborto até 20 semanas de gravidez. No entanto, Arkansas, Colorado, Delaware, Geórgia, Kansas, Maryland, Mississipi, Novo México, Carolina do Norte, Oregon, Carolina do Sul e Virgínia só permitiram o aborto em casos de estupro, incesto, graves anomalias fetais ou para proteger a vida da mãe. O movimento pró-aborto foi desacelerado e muitos apelos foram acionados para inverter estas políticas legislativas. Todos os outros estados se recusaram a permitir o aborto.

A maior vitória dos defensores do aborto foi vencida em "Roe versus Wade". Através deste processo, o Supremo Tribunal legalizou o aborto em todos os 50 estados em 22 de janeiro de 1973. Embora o voto popular tenha sido contra o aborto, "Roe versus Wade" se tornou a base do movimento pró-aborto.


Pró-aborto – Hoje
O movimento pró-aborto tem amadurecido muito, de abortos clandestinos a clínicas especializadas em todos os 50 estados, interrompendo a vida de fetos de até 24-25 semanas após a fecundação, e até mesmo ao ponto de permitir o aborto de nascimento parcial. Os defensores do aborto acreditam no direito de optar por interromper a gravidez. Há até mesmo leis americanas agora que defendem o direito ao aborto para adolescentes e seus pais. A lei está ou não está do lado do pró-aborto?


Pró-aborto – O problema
Pró-aborto - O veredicto está pronto? O aborto é legal em todos os 50 estados americanos. Por outro lado, o assassinato é ilegal em todos os 50 estados. Aqui reside o problema - Como é que podemos dizer que é contra a lei matar e permitir que a taxa de aborto de 1 em cada 4 gestações continue? Quando é que a origem da vida começa? Fomos criados na concepção, formados no ventre da mãe desde o início? Ou é o ar em nossos pulmões que muda o nosso status de um feto para uma vida formada? Evidentemente, a posição pró-aborto deve defender que a vida não começa até algum tempo no final do processo de gestação. No entanto, a posição de Deus sempre tem sido de que somos criados por Ele para um fim especial a partir do momento da concepção. Recentes descobertas em bioquímica confirmam o que a Bíblia tem declarado durante séculos, que cada um de nós é assombrosamente e maravilhosamente formado. A partir do momento em que o espermatozoide milagrosamente fertiliza o óvulo, Deus começa o processo de criação de nosso íntimo e nos forma no ventre de nossa mãe (Salmo 139:13-14).


Pró-aborto – Pensamentos finais
Em 22 de janeiro de 1973, a decisão da Suprema Corte no caso Roe versus Wade permitia o aborto nos primeiros seis meses de gravidez. Vinte e três anos mais tarde, Norma McCorvey, que era a "Jane Roe" do movimento Roe versus Wade, foi entrevistada pelo USA Today. Ela descreve o que chegou a acontecer quando estava sozinha no lugar onde trabalhava: "Fui para a sala de procedimento e me deitei na mesa... tentando imaginar como seria ter um aborto... fiquei tão chocada, que comecei a chorar." No programa ABC World News Tonight, Norma McCorvey disse: "Acho que o aborto é errado. Acho que o que eu fiz com Roe v. Wade foi errado". (Minuto americano com Bill Federer, 22 de janeiro de 2003)

Aprenda mais agora!



O que você acha?
Todos nós pecamos e merecemos o julgamento de Deus. Deus, Pai enviou o Seu único Filho para satisfazer o julgamento por aqueles que creem nEle. Jesus, o Criador e eterno Filho de Deus, viveu uma vida sem pecado e nos ama tanto que morreu pelos nossos pecados, tomando sobre Si o castigo que nós merecemos, foi enterrado, e ressuscitou dos mortos, de acordo com a Bíblia. Se você realmente crê e confia nisso de coração, e escolher receber a Jesus como o seu único Salvador, declarando, "Jesus é o Senhor", você será salvo do julgamento e passará a eternidade com Deus no céu.

Qual a sua resposta?

Sim, eu quero seguir Jesus

Eu já sou um seguidor de Jesus

Ainda tenho dúvidas





Como posso conhecer a Deus?




Se você morresse, por que Deus deveria deixar você entrar no céu?


Direito Autoral © 2002-2020 AllAboutPopularIssues.org, Todos os Direitos Reservados